Saltar para o conteúdo

Queres ser mais feliz? Deixa o Facebook

Alguns estudos já chegaram à conclusão que as redes sociais podem prejudicar a felicidade das pessoas. Agora, uma nova investigação realizada por pesquisadores das universidades norte-americanas de Nova Iorque e Standard chegaram a essa mesma ideia com mais provas científicas.

O estudo intitula-se “Os Malefícios das Redes Sociais” e foi publicado há poucos dias atrás. Os investigadores das duas universidades super-conceituadas reuniram 2 488 pessoas que acediam “religiosamente” ao Facebook todos os dias, passando na rede social uma média de uma hora por dia.

Dessas pessoas, os investigadores deixaram metade a seguir a mesma rotina de acesso ao Facebook enquanto que a metade restante deixou de aceder à rede social. Isto prolongou-se durante um mês, uns no Facebook e outros nem vê-lo.

Durante os 30 dias de estudo, os investigadores registavam os sentimentos dos participantes em entrevistas regulares. Variações de humor, emoções, sentimento de solidão, etc, tudo foi registado para comparar o impacto do Facebook no grupo que ainda o usava e no grupo que já não o utilizava.

As pessoas que deixaram a rede social nesse mês viram a sua qualidade de vida aumentar. Elas passaram mais tempo com amigos e familiares e em outras atividades para passar o tempo, como ver televisão ou passear, e sentiram-se emocionalmente mais estáveis e menos ansiosas, diminuindo também os seus momentos de tristeza ou depressão.

Outros resultados interessantes do estudo foram que deixar o Facebook fez com que esses participantes deixassem também outras redes sociais, como se de um “efeito dominó” se tratasse, e que ao voltaram a utilizar a rede social, após a conclusão da investigação, o tempo passado na mesma diminuiu cerca de 23%, o que significa que um potencial impacto favorável do Facebook para a vida dessas pessoas passou a ser mais desvalorizado pelas mesmas.

O estudo dos investigadores das universidades de Nova Iorque e Standard foi muito bem recebido pela comunidade científica, devido à enorme amostra de participantes e também pelo rigor e profissionalismo com que foi conduzido.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.