Saltar para o conteúdo

A Microsoft apresentou o HoloLens 2

Já chegou a nova versão empresarial do HoloLens e mesmo assim, segundo a Microsoft, não se trata de um produto de venda ao publico.

Sem dúvida um dos produtos mais espectaculares que conseguimos encontrar e experimentar na MWC 2019 foi o HoloLens 2 da Microsoft. O novo headset de realidade aumentada da marca de Mountain View deixou-nos malucos. Mais leve, mais pequeno e mais equilibrado do que a versão anterior, podemos pôr à prova o que se pretende com estes equipamentos e qual o seu potencial.

Com a segunda versão deste headset de mixed reality, a Microsoft deu mais um grande passo à frente no sentido de tornar a experiência mais imersiva e mais real. Para isto, muito mais sensores tiveram de ser adicionados ao dispositivo que fazem com que agora o dispositivo consiga reconhecer os teus olhos e íris, por motivos de segurança com o Windows Hello, mas também para se poder ajustar ao que procuras e ao que queres ver de forma mais natural e intuitiva.

Os gestos são agora muito mais naturais

Por falar em intuição, com a nova versão dos sensores Azure na parte frontal do dispositivo, agora é mais fácil para o sistema reconhecer o espaço que o rodeia e classifica-lo, sabendo distinguir cadeiras, pessoas e mesas, mas mais importante do que tudo isso, consegue agora reconhecer as tuas mãos e dedos individualmente e interagir com o teu ambiente de forma tão natural que parece absurdo alguma vez ter sido de outra maneira.

Outro dos aspectos mais importantes é que o sistema de projecção foi também actualizado para conseguir mostrar ao utilizador um campo de visão muito mais alargado do que antes, cabendo ainda mais conteúdo projectado em cima do teu campo de visão natural.

Quanto à projeção em si, é feita com uma resolução equivalente a QHD, com um brilho de até 500nits de intensidade de brilho, que para um uso em espaço interior é mais do que suficiente, pode ser insuficiente num ambiente exterior.

Todo o processamento foi movido para a parte detrás da cabeça com vista a ajudar numa melhor distribuição de peso e consequente equilíbrio do dispositivo. Para ajudar nesse sentido, a secção frontal do equipamento é todo feito de fibra de carbono e agora também já é possível ter espaço para acomodar um utilizador que use óculos com graduação. A dar potência a toda esta experiência está um processador da Qualcomm, um Snapdragon não especificado correndo o sistema operativo Windows.

Mais uma vez este produto não é feito para o utilizador comum, mas sim para o sector empresarial e industrial. O seu preço deixa a prever isso mesmo e esta nova versão do HoloLens deverá custar cerca de 3500€!

Podes ver estas e outras novidades ainda durante os próximos dias no YouTube do Digital Wave, assim como as nossas primeiras impressões a maior parte dos produtos que vimos na MWC. Fica atento!

Categorias

Notícias

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.